Esaú Matos oferece Seminário de Boas Práticas na Atenção ao Parto e Nascimento


Mais de 60 profissionais de saúde, que dão assistência direta ao parto no Hospital Municipal Esaú Matos e nas maternidades convidadas da Santa Casa, São Geraldo e Unimec, participaram nesta sexta-feira, 11, do Seminário de Boas Práticas na Atenção ao Parto e Nascimento.

O evento foi ministrado pelo diretor da Maternidade de Referência Prof. José Maria de Magalhães Neto, Dr. Amado Nizarala. “Fiquei muito impressionado pela quantidade de participantes. Realmente, mostra que é um tema interessante, que as pessoas estão ávidas por mudanças”.

Sob sua direção, a maternidade, localizada em Salvador, conseguiu, em pouco tempo, implementar medidas que diminuíram as mortalidades materna e neonatal e garantir  indicadores de melhoria na assistência materna. O obstetra falou dessa experiência: “Em três meses mudamos 180°, mas pra isso tivemos vontade, foco e pessoas que tinham vontade de fazer a mudança e aí se deu esse conjunto de boas intenções. Fizemos um protocolo de atendimento e acompanhamento e imediatamente implantamos e começamos a treinar. Vimos o nível de satisfação dos usuários e dos profissionais e que nós podíamos oferecer a nossas mulheres grávidas um parto mais humano”.

Segundo a diretora Técnica Operacional do Esaú, Thais Meyin Lin Dutra, o objetivo do curso é avançar na melhoria da assistência à mulher no período da gravidez, parto e pós-parto. “Nós acreditamos que a medicina baseada em evidências associadas à humanização é o caminho que queremos tomar e propomos esse seminário justamente para nortear essa melhoria à nossa proposta de assistência à mulher e ao recém-nascido”, completou.

Para a técnica em Enfermagem do Hospital Unimec, Maria Júlia de Carvalho Silva, o curso foi proveitoso: “Gostei muito, foi um aprendizado e desejo que esse palestrante venha mais vezes, pois muita coisa que a gente não sabia, aprendeu com ele que é um professor obstetra muito qualificado. Pra mim, foi muito proveitoso”.