Trecho da ferrovia Oeste Leste entre Caetité, Brumado e Ilhéus deve ser privatizado até o final do ano.

O trecho da Ferrovia Oeste Leste (Fiol) entre os municípios de Caetité, Brumado e Ilhéus deve ser concedido à iniciativa privada até o final deste ano. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) solicitou ao governodor Rui Costa informações adicionais a respeito da demanda, que já foram encaminhadas. O trecho do Lote 1 tem 537,2 quilômetros e já está com 76,2% das obras concluídas. A principal função da ferrovia será escoar a produção de minério de Caetité, Brumado até Ilheus onde é prevista a construção de um porto. O anúncio da privatização animou as empresas da Região Sudoeste. Uma das empresas interessadas era a própria Vale. Representantes da empresa, inclusive, percorreram todo o traçado da Fiol.

Informações:97 News

Petrobras muda forma de divulgar preços dos combustíveis.

A Petrobras modificou na segunda-feira 22 a forma de divulgação dos preços do diesel e gasolina vendidos no Brasil. O valor diário dos dois combustíveis em cada um dos 35 pontos de venda espalhados pelo país passaram a ser disponibilizados diariamente no site da petroleira, para consulta de qualquer cidadão. Segundo a empresa, a medida visa dar mais transparência ao processo. Até domingo 21 , a empresa publicava diariamente o preço médio de cada produto no país e não sua especificidade para cada ponto de venda. Abaixo da tabela com os preços divulgada pela Petrobras, estão a data da última atualização dos dados e uma sessão de comentários da empresa, que informa se ocorreu ou não um novo ajuste nos combustíveis. No Twitter, o diretor-geral da Agência Nacional de Petróleos (ANP), Décio Oddone, elogiou a modificação. “Excelente notícia. É a transparência chegando aos preços dos derivados no Brasil depois de décadas. É ótimo para a Petrobras e para a sociedade, pois inibe a prática de preços muito diferentes dos internacionais, como tivemos nos últimos anos”, afirmou ele. A ANP já vinha trabalhando em outras medidas para dar maior transparência ao setor. Em novembro de 2018, passou a divulgar a média semanal dos preços de paridade de importação (PPI), que é o custo do produto importado trazido ao país, para a gasolina, o diesel, o querosene de aviação (QAV) e o GLP. Os preços são referentes à semana anterior e a divulgação ocorre sempre nas segundas-feiras, no site do órgão.

Prefeitura inicia o banho de asfalto em todo bairro Miro Cairo.

Moradores do bairro Miro Cairo não esconderam a alegria de ver a tão sonhada pavimentação chegando através das máquinas da Empresa Municipal de Urbanização (Emurc), na tarde de segunda-feira (22). A obra de pavimentação vai beneficiar 27 ruas no bairro e conta com um investimento de aproximadamente R$ 8 milhões , provenientes da segunda etapa do PAC 2.
“A Prefeitura vai entrar também com a limpeza dos canteiros centrais, com paisagismo, com iluminação renovada, pinturas dos meios fios e todo um portfólio de atividades nessa área”, revela o presidente da Emurc, Marcelo Guerra.

Governo sinaliza com proposta para professores universitários do estado em greve.

Depois de 15 dias de paralisação por parte dos professores universitários estaduais, o líder do governo Rosemberg Pinto (PT) se reuniu com lideranças entre eles os deputados Zé Raimundo (PT), Paulo Rangel (PT) e Hilton Coelho (PSOL), e formalizou proposta para o movimento docente em greve. (mais…)

Mercado Financeirocom R$ 1 bilhão sob custódia, BP Investimentos lança novo escritório em Vitória da Conquista.

Maior instituição financeira do Norte/Nordeste credenciada à XP Investimentos ganha moderno espaço  em Vitória da Conquista. O Grupo BP Investimentos (Bahia Partners) é só festa, o motivo é o recorde para a região nordeste ao atingir a marca de 1 bilhão sob custódia, vitória adquirida na última segunda-feira (22).  Diante do marco expressivo, o grupo não para de inovar, e está prestes a inaugurar um novo espaço em Vitória da Conquista, um grande escritório moderno e sofisticado na Avenida Jorge Teixeira, número 29, Edifício Candeias Medical Center, lojas 16 e 17. Presente na cidade desde 2012, a BP é o escritório de investimentos pioneiro em Vitória da Conquista.  (mais…)


Governo fecha acordo com caminhoneiros e evita paralisação

Depois de quatro horas de reunião, dirigentes das onze principais centrais sindicais de caminhoneiros autônomos conseguiram fechar um acordo com o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas. Em resposta ao último reajuste do diesel nas refinarias, os caminhoneiros presentes defendiam uma paralisação no dia 29. Após a negociação, a greve foi suspensa. (mais…)


Criminoso com diversas passagens pela polícia tem CPF cancelado após troca de tiros com a CAESG

Um conquistense identificado como Djalma Pereira , vulgo gordo de alta periculosidade ,morreu em confronto com a Caesg na cidade de Igaporã nesta terça-feira. O suspeito chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu. Djalma tinha passagem pela polícia. A qualquer momento mais informações.

Fonte blog do Rodrigo Ferraz.


Mistério no TJ-BA: Desembargadores investigam sumiço de medalha dos 410 anos

Os desembargadores Inez Miranda, José Edivaldo Rotondano e Moacyr Montenegro terão que desvendar um mistério no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA): o paradeiro de uma das medalhas comemorativas dos 410 anos da Corte. O pedido de investigação foi feito pelo presidente do TJ-BA, desembargador Gesivaldo Britto. Os desembargadores compõem a comissão de sindicância instaurada para apurar os fatos.

(mais…)


Deputadas baianas ressaltam possíveis prejuízos com PL de ‘Licença-menstruação’.

A criação de uma lei da ‘Licença-menstruação’ pode trazer prejuízos ou mais dificuldades para a mulher no mercado de trabalho na visão das deputadas federais da Bahia Lídice da Mata (PSB) e Dayane Pimentel (PSL).

As deputadas se referem ao projeto de lei do deputado federal Carlos Bezerra (MDB-MT), que quer acrescentar ao artigo da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) a possibilidade de afastamento das trabalhadoras mulheres do trabalho por até três dias por mês durante o período menstrual.

Lídice acredita que a intenção do deputado foi positiva, mas fez ressalvas para que o texto, que inicialmente vem no sentido de beneficiar as trabalhadoras, acabe se tornando motivo ou desculpas para empregadores não contratarem mão de obra feminina.

“Se o empregador começar a dizer: ‘Não, não quero contratar mulher porque ela tem direito a essa licença, todo mês eu perco’. Aí pode gerar alguma dificuldade”, disse Lídice, ao defender a necessidade de deixar claro no texto a possibilidade da mulher compensar os dias faltosos.

Já a deputada federal Dayane Pimentel acredita que a lei não é necessária. Assim como Lídice, a parlamentar justificou que a lei pode colocar mais empecilhos à contratação de mulheres.

“Esse projeto pode onerar ainda mais as empresas que sofrem já com a pesada carga tributária, e esse trabalho não realizado por uma mulher em período menstrual será realizado por outra mulher que não esteja no período ou por um homem”, argumentou Dayane.

Ao reconhecer a necessidade de algumas mulheres que durante o período menstrual acabam sofrendo com fortes cólicas, enxaquecas, inchaços, fraqueza e até desmaios, Lídice defendeu o texto, mas também a necessidade de atestado médico. “Nessas situações eu acredito que deve ter a licença sim, o direito a licença, e poder recompensar em outro momento no trabalho as horas não trabalhadas”, completou a deputada.

O texto da PL 1143/2019, do deputado Carlos Bezerra, ressalta dados de uma reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, no ano de 2016. A matéria intitulada de “Empresa britânica adota licença remunerada no período menstrual” traz dados e relatos de especialistas em ginecologia.

Segundo o emedebista, a proposta garante à mulher “um maior conforto diante das alterações que seu corpo sofre nesse período”. Em relação ao empregador o projeto assegura que ele “poderá exigir a compensação das horas não trabalhadas”.

“Assim, podemos afirmar com convicção, não haverá nenhum prejuízo para a empresa. Ao contrário, pois a empregada estará afastada no período de menor produtividade, fazendo a compensação quando sua produtividade tiver voltado ao normal”, diz ainda o texto do PL.

O texto está sob análise e aguardando designação de relator na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher (CMULHER) na Câmara dos Deputados.

Governo anuncia novas regras para a Lei Rouanet

O Ministério da Cidadania anunciou nesta segunda-feira, 22, as novas regras para o financiamento de projetos culturais por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, conhecida como Lei Rouanet. A medida já havia sido adiantada pelo presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais na semana passada. (mais…)