Assalto!!Gasolina volta a disparar em Vitória da Conquista e chegando aos R$ 6,24 e R$ 6,44 por litro

O preço da Gasolina está mais caro em Vitória da Conquista. Na noite desta quarta-feira (2) o litro era vendido entre R$ 6,24 e R$ 6,44 num estabelecimento da Avenida Bartolomeu de Gusmão. Muita gente tem reclamado com a Explosão Inflacionária dos últimos três meses.


Capitão Lemos é apontado pela Prefeita Sheila Lemos para comandar a Guarda Municipal, já guarda municipal defende o nome do Dr Leonardo Mascarenhas

Capitão da reserva da Polícia Militar da Bahia, o Cristóvão João Vieira Lemos é o principal nome apontado para comandar a Guarda Municipal de Vitória da Conquista. A informação deste quarta-feira (2) é da prefeita Ana Sheila Lemos Andrade, do Democratas, que agora espera a conversa com Cristóvão Lemos para fechar essa parceria.

(mais…)




Ibotirama: Cocaína avaliada em 1,4 milhão é encontrada em carro abandonado

(Fotos: Informe Baiano)

Guarnições da 28ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Ibotirama) encontraram cinquenta quilos de cocaína, avaliados em aproximadamente R$ 1,4 milhão, na última quarta-feira (2). Os entorpecentes divididos em 48 tabletes, estavam dentro de uma mala, em um carro abandonado, no Centro da cidade de Ibotirama, região Oeste da Bahia. De acordo com comandante da unidade, o major PM Anderson Ronni, as guarnições receberam a informação de um veículo com entorpecentes. “O carro estava abandonado, próximo a uma instituição financeira, com a chave no painel. Durante buscas, localizamos os 48 tabletes de cocaína. Realizamos rondas, mas não encontramos nenhum suspeito”, contou o major. As drogas e o carro modelo Fiat Mob foram encaminhados para a Delegacia Territorial (DT) de Ibotirama. O delegado titular, Jailson Teixeira , informou que o veículo não tem restrição de roubo. “Entramos em contato com o proprietário. Ele informou que vendeu o veículo, mas a transferência do valor ainda não tinha sido realizada. Estamos investigando o caso”, completou.

Polícia desarticula quadrilha responsável por explosões em bancos da Bahia

Foto: Divulgação

A principal quadrilha responsável pelos assaltos à banco que tomaram conta no interior baiano desde o mês de abril foi desarticulada depois de uma ação comandada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).  Ao todo, em 2021, 28 ataques a bancos com explosivos já foram registrados no estado. “Temos evidências para acreditar que boa parte dessas ocorrências registradas no nosso estado em 2021 foram orquestradas por essa quadrilha. Os esforços de investigação seguem no sentido de identificar se temos ainda outros membros remanescentes desse grupo que ainda não foram capturados”, diz o diretor do Draco, José Bezerra Júnior, em coletiva vitual para a imprensa.  Ao todo, oito suspeitos foram identificados. Sete foram encontrados após um cerco armado pelas equipes da Polícia na cidade de Maracás. Na abordagem realizada aos suspeitos, cinco acabaram mortos em confronto. A última prisão, daquele identificado como líder da quadrilha, foi realizada no último dia 22 na cidade de Osasco, em São Paulo. Equipes baianas realizaram a ação na cidade paulista e o suspeito já foi transferido para o Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador. A identidade do suspeito não foi revelada. Ainda segundo o diretor do Draco, as ações com explosivos no interior baiano ocorridas até o dia 7 de maio, quando três agências foram atacadas na cidade de Correntina, no interior, teriam sido realizadas pela quadrilha. Ainda segundo o diretor, ainda não é possível apontar relação do de membros remanescentes do grupo com os ataques mais recentes registrados na quarta-feira (2). “Sobre as ocorrências de hoje ainda é precoce dizer se há ligação já que as investigações começaram hoje”, concluiu.

Corpus Christi | Bancos estão fechados, mas Comercio de Rua tem expediente normal em Vitória da Conquista

Com a restrição causada pela Pandemia do Coronavírus esse feriado de Corpus Christi nesta quinta-feira (3) é um dia normal de trabalho em diversos setores pelo Brasil. Em Vitória da Conquista o Comércio de Rua mantém expediente até as 18 horas. As Agências Bancárias e Repartições Públicas estão fechadas. Tudo volta ao normal na sexta-feira (4).

Luto: Vítima do Covid – 19 morre a professora Lucélia

“É com profundo pesar que o Colégio Nossa Senhora de Fátima (Sacramentinas) comunica o falecimento da nossa querida professora Lucélia Santana. Querida por todos os colegas, Lucélia foi uma brilhante profissional. Sua ausência deixará uma imensa saudade em nossos corações. Oremos para que nosso Senhor conforte todos os familiares e amigos. Declaramos luto nesta sexta-feira (04) e suspendemos as atividades letivas”, diz a nota.

Nova Fase da Operação Casmurro cumpre medidas cautelares contra policiais na Chapada Diamantina

Nova Fase da Operação Casmurro cumpre medidas cautelares contra policiais na Chapada DiamantinaFoto – Wilker Porto / Agora Sudoeste

Uma pessoa foi presa na nova fase da Operação Casmurro, deflagrada na manhã de hoje, dia 2, nos municípios de Seabra e Cachoeira, pelo Ministério Público do Estado da Bahia, por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e das Promotorias criminais e de patrimônio público de Seabra, em conjunto com a Força Tarefa de combate a crimes praticados por policiais civis e militares, da Corregedoria da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP/BA). Além da prisão temporária de um policial civil, dois outros policiais e um agente administrativo foram afastados das suas funções de dois policiais civis e um agente administrativo. O Colegiado formado na Vara Crime da Comarca de Seabra também Autorizou quatro mandados de buscas e apreensões em endereços residenciais e na sede da Coorpin. A nova fase da operação apurou fortes indícios da prática de tráfico de drogas por  policiais civis lotados na 13ª Coorpin, em Seabra. Investigações da Polícia Civil descobriram, em junho de 2020, uma extensa plantação de maconha no Povoado de Baixio da Aguada, zona rural de Seabra, com previsão de colheita de três toneladas da droga. A investigação revelou que os traficantes e os policiais, com o intermédio de um empresário local com grande influência na Polícia local, fecharam estabeleceram uma propina de R$220 mil e a droga apreendida não foi completamente incinerada. Assim, os policiais permitiram a colheita do restante da droga, e ainda ajudaram a transportá-la dentro das viaturas da polícia, para armazenamento em propriedade rural do empresário, até que fossem finalmente enviadas para a cidade de Salvador.

Diário da Justiça | mobilização do Sinjorba tem êxito e TJ/BA mantém jornalistas como prioritários para vacinação

Foto: BLOG DO ANDERSON

O Sindicato dos Jornalistas na Bahia (Sinjorba) obteve nesta quarta-feira (2) mais uma vitória na luta pela vacinação dos jornalistas, radialistas, fotógrafos e cinegrafistas contra a Covid-19. Em decisão contra o Ministério Público, o Tribunal de Justiça da Bahia negou o mandado de segurança impetrado pelo MP-BA (8014585-71.2021.8.05.0000), que tentava impedir a vacinação dos profissionais de imprensa aprovada na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), no último dia 18 de maio. Em sua decisão a favor da CIB e dos jornalistas, o desembargador José Cícero Landim Neto, presidente da Turma de Uniformização de Jurisprudência das Turmas Recursais do TJ/BA, indeferiu o pedido de liminar do MP/BA, que tentou cassar um artigo da Resolução da CIB nº 085/2021 que justamente incluiria os jornalistas na lista dos imunizados. Leia essa reportagem do Diário da Justiça na íntegra.

“Agora, com a decisão do TJ/BA, não há razão alguma para não vacinar os profissionais de comunicação que estão na linha de frente no combate à Covid, do mesmo modo que policiais, bombeiros e professores. Agora, é vacina já!”, diz Moacy Neves, presidente do Sinjorba.

No seu mandado de segurança, o MP/BA faz uma série de críticas à CIB e considerou o ato do colegiado como ilegal, dizendo que os Jornalistas não são considerados como grupo prioritário, chegando a escrever que tal decisão seria um desarranjo da política de saúde e uma afronta às orientações do SUS.
Na negativa à liminar, o desembargador Landim Neto é taxativo ao desconsiderar todas as alegações do Ministério Público. O magistrado considera que a hostilização apresentada pelo MP “não esteja fundamentada em critérios técnicos e científicos”. Na segunda consideração, o desembargador diz que “priorizar os profissionais de comunicação não significa deixar de vacinar grupos prioritários que seguem no calendário de vacinação pois verifica-se escalonamento da vacinação obedecendo o Plano Nacional de Operacionalização da vacina contra a covid-19”.

No seu parecer, o desembargador diz ainda que “a definição de grupos prioritários para a vacinação é uma decisão que está na esfera do mérito administrativo do ente estatal, restringindo-se a intervenção do Poder Judiciário neste caso somente em caso de violação da legalidade e razoabilidade”.
“No mais, diante da inexistência de um dos pressupostos, sequer há necessidade de análise. Em sendo assim, INDEFIRO a liminar pleiteada”, finaliza o parecer.

Serviço essencial

O decreto 10.288 de 22/03/2020 incluiu a imprensa como serviço essencial durante a pandemia. Já o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19, página 27, item 3 (Objetivos da vacinação e grupos prioritários) diz que, “em um momento inicial, (…) o objetivo principal da vacinação passa a ser focado na redução da morbimortalidade causada pela covid-19, bem como a proteção da força de trabalho para manutenção do funcionamento dos serviços de saúde e dos serviços essenciais”.

Em outra parte do Plano, na página 52, item 7.1 (Processo de Supervisão e Avaliação), destaca-se a possibilidade de ajustes “para acompanhar as possíveis mudanças tanto no cenário epidemiológico da doença, quanto nos estudos das vacinas, podendo exigir alterações ao longo do processo”.
Diante de tantos argumentos epidemiológicos e jurídicos, o presidente do Sinjorba, Moacy Neves, diz não entender o motivo de o MP insistir com sua tese. “Diante das inúmeras justificativas que referendam a resolução da CIB, esperamos que os gestores não continuem sendo “recomendados” a não imunizar os profissionais de imprensa”, pede ele.

Moacy informa ainda que também nesta quarta (02) a CIB ratificou a decisão tomada no dia 18 de maio e vai orientar as prefeituras a promoverem a vacinação dos profissionais de imprensa com base nos critérios estabelecidos na resolução 085/2021. “Com isso, os gestores devem imediatamente promover a imunização das categorias e o Departamento Jurídico do Sinjorba estará atento para entrar com ações civis contra os municípios que não seguirem a decisão da Comissão”, finaliza.