Conquista:“Fomos pegos de surpresa’, diz Dudé sobre Lúcia Rocha como nova presidente do MDB; vereador também defendeu liderança de Sheila Lemos

Foto: Blog do Sena

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) em Vitória da conquista está sob novo comando. A partir de agora, o partido político terá como presidente Lúcia Rocha. A vereadora ocupa o lugar de Lucas Batista, que deixa o cargo. Os motivos não foram informados.

A nova comissão foi formada nesta quarta-feira (7) com Lúcia Rocha na presidência; Gilmar Dias Ferraz e Luís Carlos Dudé como membros da Comissão Provisória Municipal; Álvaro Pithon Brito como membro da Comissão Provisória Administrativo e Álvaro Silva Souza como membro da Comissão Provisória Financeiro.

O MDB era o partido do ex-prefeito de Conquista, Herzem Gusmão, que faleceu este ano vítima de complicações da Covid-19. Herzem era a principal liderança do partido não só na cidade, mas em toda região sudoeste da Bahia durante muitos anos.

No entanto, a mudança na presidência do partido foi uma surpresa para toda a cidade. A escolha da vereadora  como nova presidente do MDB pegou até os próprios companheiros de surpresa. É o caso de Luís Carlos Dudé, segundo vereador mais votado do partido, atrás apenas da própria Lúcia Rocha.  Em entrevista ao Blog do Sena, Dudé, atual presidente da Câmara de Vereadores, disse que foi pego de surpresa.

“Fui pego de surpresa. Tanto eu quanto o vereador Adnilson, o vereador Bibia, fomos pegos de surpresa”, declarou.

O partido atualmente tem quatro representantes na Câmara Municipal de Vereadores. Além de Lúcia Rocha, o MDB elegeu Dudé, Adnilson Pereira e Bibia. O vereador Dudé ressaltou que a mudança deveria ser ter sido realizada de forma democrática e com a participação de todos os integrantes do partido.

“Embora queremos desejar sucesso a vereadora Lúcia Rocha que está assumindo a presidência, mas não me sinto confortável em participar porque eu sou democrático e os nossos colegas precisavam ser ouvidos. Aliás, nós fomos eleitos pelo MDB. Então, fui pego com muita surpresa, mas desejo a ela todo sucesso e que ela possa conduzir os destinos do partido”, explicou.

Questionado se vai continuar integrando o quadro do MDB em Vitória da Conquista, Dudé não disse que sim, nem que não. E justificou usando uma frase de José Magalhães Pinto, político brasileiro que teve atuação em Minas Gerais.

“Magalhães Pinto sempre dizia: a política é como uma nuvem, quando você olha já passou. O futuro a Deus pertence”, declarou o vereador.

Por fim, o presidente da Câmara Conquistense defendeu Sheila Lemos (DEM). Perguntado sobre qual liderança segue, após a morte de Herzem Gumsão, Dudé foi categórico ao afirmar que a liderança em toda região sudoeste é da prefeita de Vitória da Conquista.

“Não que é a principal liderança de Dudé, é a principal liderança da região sudoeste, da serra geral, é a prefeita Sheila Lemos (DEM), da maior cidade do interior da Bahia, depois de Feira de Santana. Sheila é prefeita de Vitória da Conquista, terceira maior cidade do estado”, concluiu.

Tanto Lúcia Rocha quanto Luís Carlos Dudé são pré-candidatos a deputado estadual nas eleições do ano que vem pelo MDB.